Aviso: RigorTático em Manutenção      

Benfica ganha 2-1 frente ao Estoril


O Benfica acaba de vencer o Estoril na Amoreira por 2-1 e continua a sua perseguição aos seus principais rivais, o Porto e o Sporting que neste momento têm mais alguns pontos que os encarnados. Os golos da vitória benfiquista foram marcados por Lima e Cardozo ( que golo do paraguaio ) e para os lados da Amoreira Balboa foi o autor do único tento dos canarinhos. O Benfica com este triunfo subiu ao terceiro posto do campeonato enquanto que o Estoril desceu até ao sexto posto. Num jogo em que foi marcado por duas expulsões, uma para cada lado onde a para a equipa da casa foi o Filipe Gonçalves e para os visitantes foi Maxi Pareira ambos por acumulações de amarelo. O resultado também serviu para que Jorge Jesus acudir-se alguma pressão que tava a ser posta ao longo da semana pelo resultado menos positivo em Paris e pelas recentes exibições da equipa. O ténico benfiquistas também efetuou várias mudanças no onze encarnado em relação ao último jogo tendo posto em campo: Maxi Pereira, recuou Matic e no lugar de 8 pôs o argentino Enzo e nas alas Markovic e Gaitan e no ataque os avançados titulares foram o brasileiro Lima e o espanhol Rodrigo. Em relação ao jogo o Benfica entrou bem pressionando bem o adversário, conseguindo anular os principais valores do Estoril e como prémio pela boa entrada o Benfica conseguiu um golo madrugador por Lima onde o placar indicava 10 minutos de jogo, de dizer que o cruzamento de Gaitan para a cabeça de Lima foi perfeito. Como no jogo do Porto o jogo a seguir ao golo benfiquista baixou de intensidade pelas duas equipas, por exemplo, o Estoril teve de longe de apresentar o futebol que nos têm acostumado a apresentar. O Estoril quase nunca incomodava Artur Moraes e por isso o jogo estava bastante pobre, mas o Benfica parecia que ia entrar em dificuldades na produção ofensiva pois Markovic lesionou-se antes do 30 minutos de jogo e foi substituído por Ola Jonh que também não trouxe nada de novo ao jogo. Antes do jogo de ir para o intervalo o árbitro marcou uma grande penalidade a favor do Benfica que foi desperdiçada por Lima e o jogo seguiu para as cabines, numa primeira parte pobre em espetáculo.
  No segundo tempo, o jogo começou como acabou na primeira, ou seja, um mau espetáculo apresentado pelas duas equipas que poucas vezes chegavam à área contrária. O jogo só começou a ter interesse quando Filipe Gonçalves foi expulso porque a equipa de Marco Silva tentou impedir que o Benfica começa-se a carregar o Estoril e as coisas até corriam bem para os lados da Amoreira porque o Benfica nem causava grandes problemas mas com a entrada de Cardozo o jogo teve outro rumo pois o paraguaio fez logo estrago com um grande golo de pé direito ( o pé mais fraco ). Marco Silva respondeu ao golo benfiquista com a entrada em campo de Javier Balboa que marcou o golo de honra a 19 minutos do fim. O jogo nos últimos 15 minutos fixou os olhos dos adeptos para o relvado pois o resultado tava longe de ser definido, porque o Estoril ainda atirou ao ferro e no lado do Benfica Maxi foi expulso e Lima falhou uma oportunidade que não se pode falhar em jogos desta importância. Resultado final vitória para o Benfica de 2-1 sobre o Estoril.

Protagonistas:

Benfica: A equipa da Luz fez outra vez um jogo muito pobre e não podemos desculpar pela viagem a meio da semana porque o Estoril também efetuou uma mais longe. Jorge Jesus têm de fazer alguma coisa porque se a produtividade de jogo for sempre assim, a equipa da 2º circular vai ter bastantes dificuldades ao longo da época.

Estoril: A equipa da Amoreira teve a um nível abaixo no tema de bom futebol pois parece que foi influenciado pela exibição do Benfica, podemos culpar o degaste da viagem à República Checa mas isso não desculpa tudo, tendo apenas Evandro destacado-se do onze, em vez que Luís Leal que têm sido uns dos destaques desta temporada que teve passou completamente ao longo do jogo.

ACOMPANHE TODOS OS RESULTADOS E ESTATÍSTICAS MINUTO A MINUTO E REVEJA AS SUAS APOSTAS - Livescore by: futebol.com