Aviso: RigorTático em Manutenção      

2013 FOI "O ANO DE OURO DE CRISTIANO RONALDO": A televisão británica Sky fez este sensacional documentário, de 24 minutos, que revê TODAS as atuações do crack português no ano que agora acaba. O blog RigorTático deseja-lhe um Próspero Ano Novo. FELIZ 2014!!!


ACOMPANHE TODOS OS RESULTADOS E ESTATÍSTICAS MINUTO A MINUTO E REVEJA AS SUAS APOSTAS - Livescore by: futebol.com

Taça da Liga: Rio Ave vence Paços de Ferreira, Marítimo não consegui superiorizar-se frente ao Penafiel e empata a zeros; Um Leão com garra para um Dragão com Fabiano dá nulo em Alvalade; Braga vence Estoril num jogo polémico , Belenenses vence Beira mar e Benfica ganha graças a um auto-golo


Grupa A: O Rio Ave, semi-finalista da Taça da Liga na última época, arrancou uma vitória por duas bolas a zero frente ao Paços de Ferreira.
Em Vila do Conde, Ahmed Hassan (35') e Ukra (89 de penálti) apontaram os golos da equipa de Nuno Espírito Santo. Neste grupo também se encontra na corriada o Vitoria de Setúbal e Sp. da Covilhã, que só irão encontra-se a 8 de Janeiro do próximo ano.

Grupo B: O Marítimo não foi além de empate a zero na receção ao Penafiel. Sem alguns dos habituais titulares, a equipa de Pedro Martins foi incapaz de impor o seu favoritismo, tendo mesmo terminado a partida reduzida a 10 jogadores (Gegé foi expulso perto do minuto 90).
Sporting e FC Porto regressaram sem golos à competição. O Clássico de Alvalade teve emoção, mas os guarda-redes, principalmente Fabiano, tiveram a capacidade de guardar bem as balizas.Resta referir que Carlos Eduardo, por duplo amarelo, foi expulso nos derradeiros minutos por Olegário Benquerença. Este empate deixa as quatro equipas do Grupo B da Taça da Liga com um ponto.

Grupo C: O SC Braga iniciou a defesa do título na Taça da Liga com uma vitória sobre o Estoril por duas bolas a uma. Na Amoreira, Sasso colocou os minhotos na frente, aos 13 minutos. Mas a festa dos bracarenses durou pouco. É que aos 18 minutos, Carlitos empatou para o Estoril.  No segundo tempo, aos 53 minutos, o SC Braga passou para a frente, valendo um golo Rafa. O jogador dos minhotos, de trivela, finalizou uma jogada vistosa onde passou por tudo e todos. Até final, o Estoril ainda tentou o empate mas não conseguiu. Já nos descontos, os canarinhos reclamaram uma alegada mão do bracarense Santos. O árbitro da partida nada assinalou.
 Na outra partida do grupo que opôs, o Belenenses contra o Beira mar, os azuis do restelo levaram a melhor sobre os aveirenses, após uma partida equilibrada o jogo foi decidido com um remate do islandês Daníelsson aos 73 minutos, com tento o Belenenses conseguiu segurar a vitória até ao final e assim junta-se ao Braga na liderança do grupo à frente de Estoril e Beira-mar.

Grupo D: No grupo que contém: Benfica, Nacional, Leixões e Gil Vicente, o jogo de estreia opôs o Nacional com o Benfica. Os encarnados viajaram até à Madeira sem Luisão e Matic mas no último jogo do ano dos encarnados ditou o regresso de Siqueira ao onze, da turma de Jorge Jesus. Num jogo em que as ocasiões de golo foram escassas, o Benfica chegou ao golo sem muito por fazê-lo e também com alguma sorte à mistura pois foi um auto-golo do central moçambicano Mexer, num desvio infeliz que foi pará diretamente à baliza. Com o Benfica a chegar à vantagem, esperava-se mais do Benfica mas isso não sucedeu-se e foi o Nacional que procurou mais o golo e isso pode provar-se pelos remates dos jogadores do Nacional ,mais propriamente do lance em que o avançado dos insulares manda ao poste de calcanhar. O resultado manteve-se assim até ao fim e o Benfica assume a liderança do seu grupo
A primeira jornada do grupo vais fechar-se a 8 de Janeiro com o Gil Vicente vs Leixões.

Classificação dos grupos:





Premier League 2013: Arsenal volta ao comando; Equipas de Manchester vencem pela margem mínima; Everton termina o ano no 4º posto; Hull City humilha Fulham; Tottenham aponta a segunda vitoria após AVB; Assistência de Oscar dá um fim de ano no terceiro lugar à José Mourinho


Newcastle 0-1 Arsenal: O Arsenal vai entrar em 2014 na liderança da Premier League. A equipa de Arsène Wenger foi a Newcastle vencer pela margem mínima no último compromisso relativo a 2013, mas bastou para garantiu razões para os adeptos gunners celebrar neste final de ano.
Há seis jogos que o Newcastle não perdia em St. James’ Park, em partidas a contar para a Premier League. Mas o Arsenal acabou com esse registo da equipa de Alan Pardew. Olivier Giroud, aos 65’, garantiu os três pontos e a liderança ao emblema londrino. O avançado francês fez o único golo do encontro na sequência de um lance de bola parada, colocando um ponto final numa série de 499 minutos sem marcar na Liga inglesa.

O Manchester United e o City venceram, este sábado, os seus jogos da 19.ª jornada da Premier League inglesa. Os red devils bateram o Norwich por 0-1, e ficam no 6º posto enquanto o City derrotou o Crystal Palace pela mesma margem e segura o 3ª Lugar.

O ano acabou da melhor maneira para a equipa de Manuel Pellegrini somou a décima vitória em outros tantos jogos em casa. No estádio Etihad a missão do Manchester City não foi fácil. O Crystal Palace ofereceu resistência e ameaçou a baliza defendida por Joe Hart. O ânimo dos visitantes, que são a primeira equipa acima da zona de despromoção, só foi quebrado na segunda parte, com um golo do bósnio Edin Dzeko, aos 66 minutos.  
Na visita ao Norwich, a equipa de David Moyes teve de sofrer para conquistar os três pontos. O golo de Danny Welbeck (57’) deu o triunfo dos red devils. Foi o quarto golo do internacional inglês nas últimas quatro partidas que disputou na Premier League. O Manchester United soma 34 pontos e subiu,  à sexta posição da tabela.
                                               
Hull City 6-0 Fulham: Destaque para o Hull city que humilhou o aflito Fulham com 6 golos sem resposta. Os Tigers reforça a sua época  tranquila de 2013 com uma das maiores goleadas da época, curiosamente com todos os tentos obtidos no segundo tempo e por diferentes futebolistas.
El Mohamady abriu o marcador aos 49 minutos, Koren dilatou a vantagem aos 60 minutos, Boyd  fez o 3-0 aos 63 minutos, Huddlestone aumentou para 4-0 aos 67 minutos, Fryatt fixou o marcador em 5-0 aos 74 minutos, e Koren bisou aos 84 minutos com o 6-0 final. Com este resultado, o Hull City ascendeu ao 10.º lugar da liga inglesa com 23 pontos. Já Fulham continua nos lugares de despromoção com 16 pontos.



Everton 2-1 Southampton: O Everton encerra 2013 em grande, a equipa de Roberto Martínez conquistou 37 pontos e subiu ao 4º lugar. O factor que só foi atingido depois de receber e vencer o Southampton por 2-1.  Com o português José Fonte no “onze” inicial, os visitantes viram-se a perder logo aos nove minutos com Seamus Coleman  a colocar os toffees na frente do marcador. Gastón Ramírez, na segunda parte, fez o empate para o Southampton. Mas a esperança durou escassos três minutos, porque Romelu Lukaku fez o golo da vitória do Everton. Foi o nono golo do avançado belga na presente temporada.


Tottenham 3-0 Stoke City: O Tottenham voltou às vitórias, ao bater o Stoke City por 3-0, na 19.ª jornada da Liga Inglesa. Os Spurs apanharam o Manchester United na 6.ª posição, com 34 pontos.
Em White Hart Lane, Roberto Soldado deu vantagem aos White Lilies aos 37 minutos, na transformação de uma grande penalidade.
No segundo tempo, chegaram os outros dois golos da formação de Tim Sherwood. Dembelé fez o 2-0 aos 65 minutos e quatro minutos depois, Aaron Lennon fechou as contas do encontro.
O Tottenham subiu ao sexto lugar com 34 pontos, os mesmos do Manchester United. O Stoke City é 12º com 21 pontos, após 19 jornadas.

Nos outros jogos, West Ham recebeu o West Bromwich, neste sábado, no Boleyn Ground, e as duas equipes protagonizaram um jogo surpreendente ,  com 6 golos no marcador, empate por 3-3.
Os golos do West Ham foram apontados por Joe Cole aos 4 minutos , Modibo Maïga aos 65 minutos e Kevin Nolan 67 minutos. Já os golos do West Bromwich foram apontados por Nicolas Anelka 40 e 45+1 minutos e Saido Berahino 69 minutos.
Em uma partida emocionante, o resultado não favoreceu nenhum dos lados. O West Ham permaneceu na 19ª colocação e o West Brom ficou na 15ª. Os anfitriões não vencem desde a 13ª rodada e os visitantes não triunfam desde a 10ª, o West Ham passa a somar 15 pontos e continua em zona de descida. Já o West Bromwich tem 18 pontos.
Aston Villa e Swansea, neste sábado, em Villa Park empataram a uma bola. A equipe visitante dominou por completo o jogo mas acabou por pecar na finalização.
Gabriel Agbonlahor aos 7 minutos abriu o marcador para a equipe da casa, mas Roland Lamah aos 36 minutos deixou tudo igual. Com o empate Aston Villa, que não vencem há cinco partidas, chegam aos 20 pontos e se mantém na 13ª lugar. Já os Swansea, que também não venceram em cinco dos últimos confrontos, continuam 11ª lugar. 
Cardiff City e Sunderland empataram a duas bolas, este sábado no Cardiff City Stadium. No jogo Jordon Mutch colocou a equipa da casa na frente, aos seis minutos. Aos 58', Fraizer Campbell ampliou a vantagem para o Cardiff. Na reta final, aos 83', Steven Fletcher reduziu para o Sunderland e Jack Colback, aos 90+5', empatou. Com este resultado, o Cardiff passa a somar 18 pontos, enquanto o Sunderland continua no último lugar com 14 pontos.

Chelsea v LiverpoolChelsea 2-1 Liverpool:  Adeus Premier League, até 2014. A Liga inglesa arrumou neste domingo o último jogo deste ano e ao ritmo de um triunfo do Chelsea. A equipa de José Mourinho recebeu e venceu o Liverpool por 2-1, apesar de ter praticamente começado o jogo a perder.  Os blues entram no novo ano sentados no último lugar do pódio da Premier League, com 40 pontos  menos um do que o Manchester City e menos dois do que o líder Arsenal.
Mas o início do jogo em Stamford Bridge nem correu de feição para José Mourinho. Logo aos quatro minutos Skrtel colocou o Liverpool em vantagem. Na sequência de um livre, o defesa eslovaco surgiu a fazer a emenda a um primeiro remate de Luis Suárez.
Estava dado o balanço para uma primeira parte que corria a ritmo frenético. Logo a seguir ao golo de Skrtel o Chelsea esteve perto de marcar, mas Glen Johnson evitou o golo. Frank Lampard ameaçou a baliza de Mignolet aos 12’, mas este opôs-se com uma excelente defesa. Mas aos 17’ o guarda-redes belga nada pôde fazer para travar o remate do compatriota Hazard. Após uma bela jogada conduzida pelo brasileiro Oscar, a bola sobrou para o belga que disparou de primeira, restabelecendo a igualdade no marcador.
Só que não era suficiente para o Chelsea, que conseguiu chegar à vantagem ainda antes do intervalo. Após assistência de Oscar, Samuel Eto’o rematou para o segundo golo da equipa de José Mourinho. Mignolet ainda tocou na bola, mas deixou-a escapar e não conseguiu evitar o golo.
O Liverpool ainda ameaçou por Joe Allen, mas Petr Cech travou o remate do jovem futebolista com uma boa defesa. Ao intervalo a equipa de Brendan Rodgers, que trabalhou com Mourinho na primeira passagem do técnico português pelo Chelsea, perdia.
Os reds voltaram para o segundo tempo determinados a inverter o rumo dos acontecimentos e logo aos 52’ acertaram nos ferros da baliza de Cech. O cabeceamento de Mamadou Sakho saiu com demasiada pontaria. O Chelsea foi capaz de gerir a vantagem e conseguiu neutralizar o uruguaio Luis Suárez, que até há pouco tempo atravessava um momento de forma fulgurante. Aos 71’ Oscar ainda esteve perto do terceiro golo dos blues, mas o remate cruzado do brasileiro passou ao lado da baliza do Liverpool.

Os reforços que devem chegar à invicta neste mercado de Inverno


Porto: O mercado de Inverno só abre a 1 de Janeiro de 2014 mas os clubes já começam a procurar os seus alvos para fortalecerem as suas equipas para o resto da época e assim atingirem os objetivos delineados no inicio da época como é o caso do Porto, que já não é novidade que pretende forçar as alas com um nome sonante bem como um desequilibrador nato para tornar os jogos mais fáceis como impor respeito aos adversários. Segundo os últimos dias, nomes como: Neilton ( Santos ); Quaresma ( Sem Clube ); e Anderson (Manchester United ) ; Konoplyanka ( Dnipro ) e Kelechi Iheanacho ( Taye Academy ), Everton Ribeiro ( Cruzeiro ), Vitinho ( CSKA ),estes são os jogadores que têm vindo a ser apontados como alvos do Porto mas como tudo na vida nem todos virão mas uma coisa é certa todos estes nomes que poderão vir para o reino do Dragão têm selo de qualidade.

Neilton: O jogador de 19 anos que é apelidado no seu país natal como o " novo Neymar ", pode chegar ao conjunto de Paulo Fonseca já em Janeiro num valor a rondar os 5 milhões de euros ou então a custo zero no final da temporada, o Porto neste negócio poderá ter a contribuição do banco BMG. Segundo os últimos rumores vindos do Brasil, Neílton já assinou um pré acordo com um grande europeu, onde no Brasil de especula que será o Porto, esta informação foi dada por uma fonte próxima ao jogador. Neílton caraterizar-se pela sua velocidade, ténica e explosividade.

Quaresma: No caso do internacional português, o regresso do " Mustang " ao Porto é quase uma certeza pois Ricardo Quaresma desvinculou-se há cerca de um mês do seu ex clube e depois da rescisão de contrato com o Al Ahli o extremo viajou rapidamente para o Porto para tratar do seu regresso a uma casa que bem conhece pois jogou no Dragão durante 4 anos. O português deve ser mesmo o primeiro reforço oficializado pelo Porto neste mercado de Inverno.

Anderson: No caso do brasileiro também pode ser um processo semelhante ao Quaresma pois é outro jogador que já passou nos quadros do Porto mas que pode vir por empréstimo com opção de compra no final da temporada. Segundo fontes próximas do jogador, Anderson quer relançar a sua carreira e ver o Porto com a melhor opção para que isso aconteça. Também é conhecido que Pinto da Costa e Paulo Fonseca são apreciadores das suas qualidades e por estes motivos, o médio pode estar a caminho da cidade invicta.

Konoplyanka: É um dos nomes sonantes que contam nesta lista mas também é o negócio mais improvável que pode acontecer por alguns aspectos: primeiro o seu salário já é bastante para as contas que os clubes portugueses podem suportar e outro fator em ter em conta é os grandes clubes europeus que já andam atrás do " Messi Ucraniano " como é conhecido no seu país. Quem o colocou na rota do Porto, foi a imprensa ucraniana afirmando que os campeões nacionais estavam bastante interessado nos seus serviços e que o negócio pode-se concretizar por 15 milhões de euros, de dizer que seria um verdadeiro reforço " bomba " para o Porto pelas suas inagualaveis qualidades que demonstra ao serviço do Dnipro que não parece muito disposto a negociá-lo.

Kelechi: É mais um jogador com carateristicas ofensivas que consta nesta lista, Kelechi é um avançado nigeriano de 17 anos que deu nas vistas há pouco tempo no campeonato do mundo de sub 17 , no qual venceu a competição pela Nigéria e foi considerado o melhor jogador do torneio. Já foi dado como certo na equipa de Paulo Fonseca e é sabido que é do interesse de Kelechi a sua vinda para o Porto, mas o que está a impedir a sua chegada é o seu pai que está mais encaminhado aceitar proposta de outros clubes europeus contra a vontade do seu filho, por isso a sua contratação não é 100% certa.

Everton Ribeiro: Como o RigorTático já tina informado, o jogador brasileiro é uns dos nomes que chegaram à rota portista com selo de craque pelo grande ano que protagonizou ajudando o seu clube a ser campeão no Brasil o que levou que fosse destacado como o melhor jogador do brasileirão. O Porto não está sozinho na corrida pelo concurso do atleta, pois Everton Ribeiro têm clubes como Manchester United e Real Madrid interessados nos seus serviços mas os azuis e brancos com ajuda do banco BMG pode levar o negócio a um bom porto.

Vitinho: Após, o Porto ter perdido o duelo com o Shakhtar Donetsk por Bernard, o jovem jogador brasilerio foi fortemente associado ao campeão nacional mas acabou por decidir continuar a sua  carreira na Rússia, mais propriamente no CSKA. A sua aventura no país do leste não está a correr às mil maravilhas por isso Vitinho está no mercado e por este motivo é outra vez associado aos azuis e brancos, o seu clube atual sabe que é difícil recuperar os 10 milhões investidos no jogador e por isso está disposto a negocia-lo abaixo desse valor.

Treinador do Olympiacos ataca Blatter e imprensa espanhola, Iturbe sofre acidente de viação,talho do árbitro Manuel Mota vandalizado; Lewandowski pode estar mesmo a caminho do Bayern;


Polémica: Numa entrevista concedida ao canal de televisão " La Sexta " pelo treinador espanhol do Olympiacos, o ex jogador de futebol afirmou que não acredita na seriedade da bola de ouro e ainda criticou a maneira como a imprensa espanhola defende Cristiano Ronaldo e Messi por este prémio. As palavras do técnico foram as seguintes: " Já me parecia quando era jovem e jogava futebol. Pareceu-me uma intrujice há alguns anos quando nenhum jogador espanhol a venceu e parece mentira que a comunicação social em Espanha não tenham feito a campanha a favor dos jogadores espanhóis como a que estão a fazer por Messi ou Cristiano Ronaldo. Esses futebolistas merecem-na, como é óbvia, mas outros mereceram e não foi feita a mesma coisa. A quem atribuía a Bola de Ouro? A Blatter."
   Com esta entrevista, o técnico espanhol poderá ser punido ou castigado pela FIFA pelas suas afirmações polémicas.


Iturbe: O jogador do Hellas de Verona emprestado pelo Porto sofreu um aparatoso acidente de viação na zona de Caaguazú no Paraguai. A causa do acidente terá sido por excesso de velocidade numa curva acabando por embater no camião. O jogador do Porto e os seus acompanhantes ( mulher e o condutor do carro ) saíram ilesos do acidente enquanto que o condutor do camião terá sido assistido no local do acidente, já o carro ficou com a frente totalmente destruída como amostra a imagem no lado esquerdo.



Manuel Mota: O árbitro que se tornou tema de conversa da semana  em Portugal por ter mal anulado um golo ao Sporting que poderia ter dado a vitória do jogo aos leões continua a sofrer as consequências desse lance, pois primeiro viu os seus dados pessoais a serem revelados na Internet recebendo por isso inúmeros telefonemas e agora mais recentemente ver uma das suas lojas do Talho a ser vandalizado com uma frase escrita no vidro, que foi a seguinte: " Mota  Lampião, não prejudiques o leão". O árbitro quando tomou conhecimento do assunto, procedeu à limpeza do vidro, bem como fez questão de participar a ocasião à policia que assim toma conta do assunto.


Lewandowski: O avançado polaco do Borussia de Dortmund poderá está muito próximo de assinar pelo rival do seu atual clube, o Bayern de Munique segundo revela o jornal italiano, " Tuttosport ".
   O diário desportivo avança na sua edição que o avançado irá firmar um contrato de 4 épocas e irá receber 11 milhões de euros por ano.
    O jornal italiano com esta notícia avança que assim a Juventus poderá avançar pelo ponta de lança croata do Bayern, Mario Mandzukic.

" Boxing Day ", Arsenal volta a liderar sozinho, Chelsea, United, Newcatle ganham, Sunderland supreende Everton e no jogo da tarde City leva a melhor sobre o Liverpool


Inglaterra: Na tradicional jornada do campeonato inglês,logo a seguir ao Natal, conhecida como " Boxing Day ", os amantes do futebol assistiram às vitórias surpreendentes do Sunderland e Crystal Palace, assim como ao único empate do dia entre o Tottenham e o West Bromwich e aos jogos tranquilos realizados por City, Arsenal, Chelsea, United, Newcastle, Fulham e Southampton.
   O dia começou com a vitória suada do Manchester United no terreno do Hull City, por 3-2, após os campeões ingleses estarem a perder por 2-0 a meio da primeira parte os golos de Smalling, Rooney e o auto golo de James Chester valeram o triunfo da turma de David Moyes que permitiu a subida ao 7º lugar da liga, depois a jornada prosseguiu com os restantes jogos à exceção do City vs Liverpool que começou mais tarde.
     O Chelsea venceu em casa o Swansea City por 1-0 com um golo solitário do belga Hazard na primeira parte, o Arsenal também venceu o West Ham por 3-1 depois de ter estado a perder até aos 68 minutos, os golos dos " Gunners " foram apontados com um bis de Walcott e um golo de Podolski, no Newcastle vs Stoke City, os " Magpies " dominaram e humilharam o seu adversário por uns esclarecedores 5-1 com 2x Remy, Gouffran, Cabaye e Papiss Cisse a marcar para os da casa enquanto que paras os forasteiros marcou o marroquino Assaidi, já o Everton foi surpreendido em casa pelo último classificado ao perder por 1-0 com um golo do coreano Ki Sung- Yueng ( o coreano já tinha marcado o golo decisivo contra o Chelsea ), assim o Everton deixou fugir alguns dos seus adversários, o Fulham à procura de pontos foi consegui-los no terreno do Norwich City ao derrotar os homens da casa por 2-1, Hooper marcou para os das casa enquanto que Kasami e Scott Parker marcaram para o Fulham, no único empate da jornada que foi entre o Tottenham e o West Bromwich, Eriksen marcou para os " Spurs " e Olsson apontou para os visitantes.
     No jogo grande do dia, o City derrotou no seu terreno o Liverpool por duas bolas a uma, a equipa de Bredan Rodgers até marcou primeiro pelo médio criativo brasileiro, Coutinho aos 26 minutos mas depois o City desmontou toda a sua força e deu a volta ao resultado ainda na primeira parte graças ao golos do belga Kompany e do espanhol Álvaro Negredo, com este triunfo a equipa de Manuel Pellegrini subiu ao 2º posto do campeonato inglês.
      Após o " Boxing Day ", o Arsenal volta a liderança isolada, seguido do City, Chelsea, Liverpool, Everton, Newcastle, Manchester United, Tottenham, Southampton e por ai adiante.

A classificação após um emocionante " Boxing Day ":


Robben quer contrato com 3 anos de duração; Salah na agenda de Porto e Benfica; Dempsey no Fulham por 2 meses; Bruno Cesar regressa ao Brasil; Liverpool de olho em Rakitic e no possível regresso de Alonso para a Premier League; West Ham pensa no empréstimo de Obafemi Martins e Gyan; City e Chelsea disputam Musacchio e Braga contrata dois jogadores


Bayern: O internacional holandês e jogador do Bayern de Munique, Arjen Robben revelou recentemente a intenção de renovar o seu contrato com o campeão alemão por mais 3 anos. O jogador sente que ainda pode jogar mais 3 anos ao alto nível e quer cumpri esses anos ao serviço do seu atual clube. O mesmo adiantou a um jornal que depois da lesão sofrida no mês passado, o presidente do Bayern já demonstrou interesse em falar da sua renovação, o jogador em Janeiro de 2014 vai fazer 30 anos.



Salah: Depois de ter sido dado como certo no Liverpool, a nova estrela do futebol egício, Moahmed Salah ver o seu nome hoje ligado ao Porto e Benfica. A imprensa desportiva vai mais longe dizendo que o Porto pretende-o já em Janeiro e que já começaram os primeiros contatos com o Basileia, já o Benfica também o deseja mas só no final de época e já encontrou um parceiro económico para que o negócio se realiza.


                                              
Dempsey: Com o campeonato norte-americano parado e com o Fulham em maus lençóis na liga inglesa estando até nos lugares de despromoção, o médio criativo vai regressar ao clube inglês por dois meses a titulo de empréstimo pelo Seattle Sounders. O treinador do Fulham já veio confirmar a transferência mostrando o seu contentamento pelo regresso de Dempsey.


Brasil: O regresso do ex-jogador do Benfica, Bruno César, ao seu país natal é quase uma certeza depois do diretor desportivo do Palmeiras vir a público dizer que entre o clube e Bruno Cesar já está tudo tratado esperando agora pela desvinculação com o seu atual clube, o Al-Ahli da Arábia Saudita.
  O clube brasileiro espera agora que tudo se resolva nos próximos dias de modo conseguir apresentar o internacional brasileiro esta semana.


Liverpool: O atual líder do campeonato inglês espera conseguir reforçar-se no mercado de Inverno de modo a poder lutar pelo titulo que já lhe foge à várias épocas e por isso tem vindo a desmontar interesse no internacional croata do Sevilha, Rakitic, depois de Salah ter sido dado como certo no colosso inglês, o Liverpool também tenta assegurar o regresso do médio espanhol, Xabi Alonso que pelas recentes noticias parece estar de saída de Madrid por não entender-se com o presidente acerca da sua renovação.


West Ham: O clube oriundo de Inglaterra pretende reforçar a sua frente de ataque por isso a imprensa inglesa nos últimos dias têm vindo a colocar vários avançados na rota do clube inglês tendo se destacado nessa lista o nigeriano Obafemi Martins e o ganês Gyan. A mesma imprensa refere que o clube quer estes dois jogadores por empréstimo com opção de compra no final da época.


Musacchio: Face à boa época que está a realizar, o defesa argentino do Villarreal, Mateo Musacchio têm vindo a despertar interesse dos maiores clubes do mundo como é o caso do Chelsea de Mourinho e o Manchester City que segundo os rumores vindo de Inglaterra os dois colossos ingleses estão a disputar o defesa-central entre si.
O passe do defesa está avaliado em 5 milhões de euros mas o valor de uma possível transferência pode rondar os 15 milhões de euros.


Braga: Face ao mau momento vivido em Braga, o treinador e o presidente do clube estão de acordo que a equipa precisa de ir ao mercado em Janeiro para disfarçar algumas lacunas da equipa, por isso parece que o clube do Minho já garantiu duas caras novas que farão parte do plantel a partir de Janeiro, esses reforços são: o defesa André Pinto que atuava na Grécia, o outro reforço é o romeno Rusescu que chega a Braga por empréstimo do Sevilha, este avançado destaca-se por ter sido dois vezes seguida o melhor marcador do campeonato romeno ao serviço do Steaua de Bucareste.

Real e Barça vencem os seus jogos; PSG salva derrota nos últimos minutos e Lyon volta a desiludir, Everton continua a boa campanha e Tottenham regressa aos triunfos


Real: A equipa dos portugueses Ronaldo, Pepe e Coentrão venceu hoje o Valência dos portugueses Ricardo Costa, João Pereira; Hélder Postiga e mais recentemente Rúben Vezo por 3-2 no Estádio Mestalla, casa do Valência. Num jogo em quase deu sempre Real, a equipa da casa ainda deu luta e isso percebe-se pelo resultado. Mas foi os visitantes que marcaram primeiro pelo argentino Di Maria por volta dos 30 minutos. Passados mais ou menos 5 minutos o seu compatriota Pablo Piatti repôs a igualdade no marcador. Cinco minutos antes do intervalo, o sujeito do costume voltou a pôr o Real em vantagem, ou seja, Cristiano Ronaldo, num golpe de cabeça certeiro para a baliza (a posição do português é duvidosa no momento do passe). Após o intervalo o Valência veio com mais vontade e por isso aos 62 minutos Jeremy Mathieu voltou a colocar o jogo empatado. A 8 minutos do final, o miúdo do Real Jesé Rodriguez deu em definitivo a vitória ao vice-campeão espanhol após um passe soberbo de Modric. Com esta vitória o Real continua a sua perseguição ao topo da La Liga que neste momento é ocupado pelos seus rivais: Barcelona e Atlético de Madrid. Ronaldo marcou o seu 69º golo em 2013, sendo já este a sua melhor marca de sempre.

Barcelona: O conjunto de Tata Martino também fez o que competia e venceu o Getafe por uns esclarecedores 5-2, sem contar com as estrelas da equipa Neymar e Messi, o Barça fez notar-se essas ausências pois teve a perder a meio da primeira parte por 2-0 graças ao golos de Sergio Escudero e o benfiquista Lisandro Lopez mas depois disso apareceu um pequeno génio espanhol, Pedro Rodriguez que em 9 minutos fez um Hattrick e colocou o Barça numa posição mais favorável. Na segunda parte Fabregas fez um bis e confirmou a vitória do conjunto culé que continua sem impressionar esta época em termos exibicionista. Com este triunfo os atuais campeões espanhóis continuam a lidera a Liga dos " nuestros hermanos " a par do Atlético de Madrid.

PSG: O campeão francês em titulo empatou hoje com o atual 3º lugar da liga francesa, o Lille  a duas bolas no Parc dos Princes.
  Num jogo equilibrado, os parisienses foram os primeiros a marcar por Ibrahimovic aos 36 minutos mas a um minuto do intervalo Mavuba voltou a colocar o jogo empatado. No inicio da segunda parte, Salomon Kalou fez a reviravolta através de uma grande penalidade mas num lance de infelicidade de Basa, o PSG chegou ao empate e salvou um ponto mas não aproveitou da melhor forma a derrota do Mónaco que perdeu na sexta-feira. Noutro jogo da Liga o Lyon voltou a marcar passo e assim continua a desiludir ao empatar com o Lorient a duas bolas.

Everton: O Everton subiu neste domingo ao quarto lugar da Liga inglesa ao vencer no terreno Swansea por 2-1, num encontro em que todos os golos foram marcados pelos visitantes. O triunfo fora valeu ao Everton três pontos, que lhe permitem ficar a apenas dois do líder Liverpool, que soma 36, e a um de Arsenal e Manchester City. Os visitantes inauguraram o marcador por Coleman, aos 66 minutos, mas igualaram o resultado quatro minutos depois, quando Oviedo introduziu a bola na própria baliza. O Swansea, 11.º classificado da Premier League, não conseguiu contrariar a superioridade do Everton, que foi confirmada com um golo de livre de Barkley, aos 84 minutos.


Tottenham: O Tottenham voltou este domingo aos triunfos, depois de duas derrotas seguidas, batendo fora de casa o Southampton por 3-2, em partida da jornada 17 da Premier League, resultado que vale a subida ao 7.º posto, por troca com o Man. United. A grande figura da partida foi Emmanuel Adebayor, um dos jogadores que fora afastado por André Villas-Boas, técnico que na segunda-feira deixou o clube londrino. O togolês, de 29 anos, ainda viu os Saints abrirem o marcador aos 13', por Lallana, mas encarregou-se de fazer o primeiro dos spurs aos 25'. Depois, na segunda metade, veio a reviravolta dos londrinos, com um autogolo caricato de Hooiveld, aos 54'. O jogo indicava que o Tottenham iria então passar a controlar tranquilamente o jogo, mas o Southampton conseguiu empatar cinco minutos volvidos, por Lambert. No entanto, Adebayor mostrou porque que deviam ter apostado nele e assim, aos 64', veio o bis do togolês, num grande remate de pé esquerdo, aproveitando da melhor forma uma bola mal cortada pela defensiva contrária.

Serie A: Iturbe continua a espalhar magia; Juve e Roma venceram; Inter vence dérbi de Milão com bonito golo de Palacio já perto do fim


Seria A: Primeiro no River Plate e, agora, no Hellas Verona, o argentino Juan Manuel Iturbe vai mostrando predicados que lhe poderiam ter valido uma oportunidade para ficar no plantel do FC Porto. Ainda para mais quando o clube portista parece estar com alguns problemas nas alas.
O jovem argentino marcou outro grande golo este domingo na goleada do Hellas Verona por 4-1 na receção à Lazio, partida da jornada 17 da Serie A. O tento do jovem, de 20 anos, foi apontado aos 44', na cobrança de um livre direto frontal, desfazendo o empate a um que se verificava ao intervalo, após os golos de Luca Toni (5') e Biglia (27'). Na etapa complementar, Rômulo ampliou para 3-1 aos 63', com Toni a completar o bis aos 78', dando 3 pontos que valem a subida ao 6.º posto, com 26 pontos.


A Juventus termina 2013 na frente da Serie A, lugar que lhe pertenceu praticamente durante todo o ano na Serie A, independentemente da época. Uma goleada no terreno da Atalanta por 4-1 confirmou a formação de Turim no primeiro posto do calcio.
Tevez fez o 0-1 para a Juve, mas Maxi Moralez empatou para a equipa de Bergamo, aos 15 minutos.
Ao intervalo no Atleti Azzurri DItalia, havia 1-1, mas Pogba recolocou diferenças aos 46 minutos.
No último quarto de hora, a Juventus arrancou para a vitória. Golo de Llorente aos 75 e outro de Vida laos 79. Líder incontestável, apesar da goleada do perseguidor.
Em Roma, a equipa de Rudi Garcia não teve dificuldades em bater o Catania por 4-0. Benatia foi a figura do jogo ao bisar, pertencendo a Destro e a Gervinho os outros dois tentos.
O Torino, que começou a perder na receção ao Chievo, mas que também goleou por 4-1, com Ciro Immobile em destaque, ao fazer dois tentos.
Nos outros jogos do dia, a Fiorentina ganhou em casa do Sassuolo graças a um golo solitário de Giuseppe Rossi, aos 82 minutos. O Bolonha venceu o Génova pela mesma margem e Sampdoria e Parma empataram (Pedro Mendes não saiu do banco dos visitantes).


Inter 1-0 Milan: O Inter venceu este domingo à noite o Milan, com um golo de Palacio, aos 85 minutos.
O clássico ainda ameaçou terminar empatado, mas Walter Mazzarri, treinador do Internazionale, viu a sua aposta em reforçar o ataque nos minutos finais dar frutos, pois a sua equipa passou a jogar mais perto da área do Milan e assim chegou ao golo da vitória. 
A quatro minutos dos 90, Guarín, ex-jogador do FC Porto, cruzou para a área, onde apareceu Rodrigo Palacio, com um gesto técnico perfeito, a colocar a bola no fundo da baliza à guarda de Christian Abbiati, que nada pôde fazer para impedir os festejos do Internazionale, que contou com Rolando a titular. Em período de compensação, Jonathan fez uma falta feia sobre Kaká e a confusão instalou-se, terminando com Muntari a ser expulso com o vermelho direto por ter agredido Mateo Kovacic.
Já depois deste lance, no último suspiro, o guarda-redes Handanovic impediu o Milan de chegar ao empate.
Com o triunfo pela margem mínima, o Internazionale acaba o ano 2013 no quinto lugar com 31 pontos, ao passo que o Milan está na modesta 13ª posição com apenas 19 pontos.

"Mão" de Slimani faz nulo em Alvalade



SPORTING CP 0-0 CD NACIONAL O Sporting perdeu a oportunidade de continuar isolado na liderança do campeonato. Os leões tiveram mais dificuldades no último terço do terreno, em relação ao que é habitual, perante um Nacional muito bem organizado defensivamente e que, com mais discernimento nas saídas, poderia ter tido alcançado outro resultado. Cédric Soares esteve em bom plano e Slimani entrou muito bem no jogo, tendo inclusivamente marcado, num lance invalidado pelo árbitro Manuel Mota. Repartição de pontos em Alvalade que não deixa de se considerar justa, num claro castigo aos primeiros 45 minutos dos leões. O Nacional levou um ponto saboroso de Lisboa. Foi aos 16 minutos que surgiu o primeiro lance de real perigo atraves de um livre de Andre Martins a obrigar Gottardi a uma apertada defesa para canto. Os leões continuavam a procura de resolver cedo o jogo. Capel com um remate à entrada da área ainda tentou inagurar o marcador mas Gottardi aplicou-se e defendeu junto ao poste esquerdo. Aos 38 minutos, o Nacional respondeu da melhor maneira ao Sporting com uma grande oportunidade de golo. Marçal junto à linha final cruzou para Lucas João e o avançado ganhou aos centrais do Sporting rematando de cabeça ao lado. O Sporting melhorou, depois de 10 minutos iniciais atabalhoados, criando perigo através de Capel e Carrillo sobre a influência de Adrien Silva, ainda que o português tenham tido dificuldades em soltar o seu futebol. O Nacional mostrava uma boa exibição defensiva a impedir muito bem os ataques dos jogadores leoninos, apesar de acabar a 1ªparte a cometer entradas duras, sobre os jogadores da equipa da casa, que o arbitro Manuel Mota parecia não querer ver. Fim dos primeiros 45 minutos. Na segunda parte, Leonardo Jardim apostou em dois avançados na área com a entrada de Slimani. A mudança tatica mais ofensiva parecia estar a surgir efeito quando Slimani cabeceou aos 53 minutos saltando mais alto que os centrais do nacional, após um cruzamento de Cédric, mas mais uma vez Gottardi aplicou-se e fez uma boa defesa, acabando a bola por sair para canto. No entanto a melhor oportunidade do jogo acontecia no outro lado da baliza. Djaniny isolou Diego Barcellos que na cara de Rui Patrício falhou o golo certo, com o seu remate a saiu a centímetros do poste esquerdo da baliza dos leões. O momento do jogo estava ainda para vir. O Sporting esteve a vencer aos 64 minutos durante aproximadamente 12 segundos, quando Capel cruzou a bola para o lado contraio (durante o voo Montero poderá ter feito falta, mas o arbitro não apitou), a bola seguiu para Cedric que devolveu a bola para área onde Slimani cabeceou para fundo da baliza. O arbitro da partida Manuel Mota considerou que o argelino empurrou Miguel Rodrigues e anulou o golo quando os sportinguistas já estavam a festejar. (ver a imagem). Balde de água fria para equipa de Alvalade que corria contra o tempo para resolver o jogo. Alêm do nervosismo de não conseguirem marcar contra um Nacional bem organizado, o que punha em causa a sua liderança isolada, os leões jogavam agora com menos cabeça e mais coração depois do arbitro ter anulado o seu golo. Perante a ansiedade leonina pelo golo, o Nacional manteve-se calmo e fechou-se bem na defesa. Aos 87 minutos, o Sporting quase que via o golo cair do céu quando Wilson Eduardo cruzou e Gottardi quase deixou escapar a bola por entre as mãos. Manuel Mota apitou para o final da partida. Cedric Soares correu logo para o juiz a pedir satisfações da péssima arbitragem que prejudicou a equipa leonina. Em poucos segundos, a equipa e dirigente leoninos, revoltados com o que se tinha passado, rodearam a equipa de arbitragem. Após criticar o juiz da partida, Bruno de Carvalho acabou por afastar a equipa e acalmou os animos. O Sporting não podia ter recebido pior prenda neste natal.

Bayern de Munique é campeão do mundo de clubes; Atlético de Mineiro fecha o pódio.


Mundial de Clubes: O Bayern de Munique sagrou-se campeão do mundo de clubes ao vencer os marroquinos do Raja Casablanca por 2-0. Os bárbaros dominaram por completo a partida, mas sem nunca forçar muito. Os golos da equipa alemã surgiram cedo, com o primeiro a ser marcado por Dante aos 7 minutos e o segundo a chegar aos 22 minutos  por intermédio de Thiago Alcântara. Com esta vitória o Bayern ganha pela terceira vez esta prova e sucede ao Corinthians que venceu a competição em 2012.
No outro jogo que decidiu o terceiro lugar da competição, o Atlético de Mineiro venceu os chineses do Guangzhou Evergrande por 3-2. Um dos destaques desta partida foi Ronaldinho Gaúcho que foi expulso do encontro mas que antes marcou o golo do empate. Outra nota que teve este jogo foi o facto do conjunto brasileiro chegar ao golo da vitória já nos descontos por Luan.

Liverpool assume liderança provisória da Premier League, City e United vencem os seus jogos, Dortmund e Leverkusen escorregam, Atlético de Madrid sobe ao topo da La Liga de forma provisória e Bruno Fernandes participa na vitória da Udinese


Liverpool: "Os Reds" venceram esta tarde, sem grandes dificuldades, o Cardiff City por 3-1. O grande destaque da partida foi o avançado uruguaio Luis Suarez que marcou mais dois golos ao serviço da sua equipa, ajudando-a a subir ao primeiro lugar da liga inglesa de forma provisória, já que o Chelsea e Arsenal ainda não jogaram.

Benfica vence em Setúbal sem brilho mas com eficácia



Benfica: No jogo que fica logo marcado pelo regresso de Jorge Jesus ao banco dos encarnados, os seus pupilos venceram um Setúbal bem organizado e matreiro por duas bolas a zero. Os marcadores de serviço foram os avançados brasileiros Rodrigo e Lima, este último de penalty.
Num jogo os primeiros minutos a serem equilibrados, com iniciativas de ataque das duas equipas. Onde o lance mais perigoso ia pertencendo ao V. Setúbal, aos 15 minutos um ataque perigoso dos sadinos com remate de Miguel Pedro a ser intercetado por Luisão. À meia-hora de jogo, a partida continuava equilibrada , apesar do V. Setúbal a ter estado em vantagem nos remates.
A primeira parte acabava com Cartão amarelo para Pedro Tiba. O defesa do V. Setúbal pisou Gaitán caído no relvado. Podia ter sido cartão vermelho.
O Benfica, tentou mas não conseguiu entrar na área ou criar desequilíbrios para rematar à baliza, a defesa do Vitória levou sempre a melhor, com Vezo e Cohene nas alturas a resolverem todos os lances de ataque das águias.
Ao intervalo o nulo aceita-se, apesar do V. Setúbal ter sido a única equipa a rematar à baliza contrária. Mas sem oportunidades de golo o jogo estava a ser pouco emotivo. Muitos cuidados táticos e pouco espaço para jogadas criativas.
Na segunda parte a equipa da luz decorria-se ao discurso o milagroso de jesus, para tentar o apagar a má primeira parte. E resultou, pois os encarnados aos 50 minutos fizeram o seu primeiro remate à baliza do V. Setúbal, por Gaitán, mas à figura de Kieszek e aos 54 minutos acabaram por marcar com cruzamento de Gaitán e desvio de cabeça de Rodrigo para fundo da baliza sadina.
O jogo começava a despertar e o Benfica fazia o novo ataque com a bola a chegar a Gaitán que remata fraco e à figura de Kieszek.
No entanto parecia haver mais insistência do V. Setúbal, com um remate de Tiba, de fora da área, mas a bola saiu por cima da trave. Logo de seguida os sadinos tiveram um grande oportunidade de fazer o empate, novamente por Tiba, onde este desvia ao primeiro poste, após cruzamento na esquerda de Rafael Martins, valeu para os encarnados Oblak que estava bem colocado e evita o golo do empate.
Por tantas oportunidades falhadas por parte o do Vitoria, acabaria por dar golo aos pupilos de Jorge jesus, quando Dani corta a bola com o braço um remate de Matic e a ser grande penalidade.
Lima chamado a converter o castigo máximo, não hesita e faz o segundo para clube da luz.
O Vitoria tentava tudo para sair o resultado favorável, mas com golo a equipa encarnada motiva-se controlava o resto do jogo. Apenas Rafael Martins de fora da área rematou à figura de Oblak.

O jogo acabava, havendo pouca emoção apenas os golos trouxeram algo a partida.

Com Carlos Eduardo no onze renasce o Dragão cheio de fome de golos






Porto: Vitória incontestável dos dragões, que  isola o FC Porto no 1.º lugar do campeonato provisoriamente. Carlos Eduardo voltou a estar em grande plano para liderar um ataque muito produtivo dos azuis e brancos esta noite, coroando a exibição com um golo. Mangala, Jackson Martínez e Herrera marcaram os restantes golos. Ao Olhanense valeu Belec, que impediu uma goleada com contornos drásticos. Realmente o Porto com Carlos Eduardo é outra coisa pois com o brasileiro em campo os portistas têm outra dinâmica nos processos ofensivos e mais segurança  no meio campo pela descida de Lucho no jogo portista. Além de Carlos Eduardo houve outros elementos que se destacaram ao serviço dos dragões como o caso de Fernando, Jackson, Danilo e Mangala ( cumpriu de forma exemplar o lugar de lateral esquerdo ). O Porto com esta vitória sobe á liderança provisória do campeonato esperando pelos resultados de Benfica mas principalmente do Sporting que se ganhar amanhã isola-se novamente no campeonato, já o Olhanense regista a 6 derrota seguida continuando assim o mau momento da equipa algarvia. No jogo o FC Porto logo 7 minutos beneficiar-se de livre, com Carlos Eduardo bater para área, mas Maicon atira por cima. Estava feito o primeiro aviso ao Olhanense.
Aos 17 minutos um grande lance individual de Fernando. Médio portista, a furar pelo centro do terreno, e à entrada da área a rematar, a bola foi desviada pelo defesa do Olhanense para canto.
 Os azuis e brancos pressionavam e encostavam a equipa de olhão na sua área, onde apenas Belec ponha se entre golo. Erro tremendo de Diakhité, a deixar Varela rematar muito bem de pé esquerdo, mas o guardião do Olhanense brilhou com uma grande defesa. Na recarga,  Jackson cabeceou ao lado.
O FC Porto dominava toda a linha do encontro, mas Belec continuava a dizer não a equipa da casa.
Aos 30 minutos, cheirava-se a golo no dragão, e a equipa da casa atacava, Carlos Eduardo com uma fantástica arrancada, numa jogada que termina com um cabeceamento do próprio. Diakhité afastou para canto. Nesse canto os azuis e brancos de tanto fazer, lá conseguiram por a bola na baliza. Carlos Eduardo bateu e na área Mangala a subir imponente sem contestação para cabecear para o fundo das redes de Belec. Aos 39 minutos com Jackson em grande! Passe tremendo de Carlos Eduardo para o colombiano, que domina com o peito e faz um pontapé de bicicleta acrobático que passa muito perto do poste.
Acaba a primeira parte, com o golo a justificava grande domínio sem problemas. A equipa da casa, não dava qualquer hipóteses e já podia estar a ganhar por mais, mas guardião do Olhanense impedia para já a fúria do dragão.
No segundo tempo, nem Belec, nem nada podia parar a sede de vitoria dos campeões nacionais e foi logo a entrar, precisamente aos 53 minutos que Jackson fez o segundo no dragão. Mais um canto batido por Carlos Eduardo, agora com o colombiano a corresponder da melhor forma.
Varela com lance muito bem trabalhado podia ter arrumado com o jogo, mas remata à figura de Belec.
Depois foi a fez Mangala assistir Carlos Eduardo que remata de primeira, com a bola ainda no ar. O remate sairia ligeiramente ao lado.
O Porto tentava aumentar a vantagem mas Belec  estava empenhado a não deixar, primeiro por varela aparece totalmente isolado na cara do esloveno, depois  Kelvin a estar perto do golo, mas guardião do Olhanense a brilhar entre os postes.
Carlos Eduardo a ser mais uma vez a figura do jogo e só lhe faltava o golo. E consegui-o aos 80 minutos num remate fabuloso, à entrada da área. Belec não tinha a mais das pequenas hipóteses.
O Porto ganhava o jeito de bater o esloveno, e Herrera aos 84 minutos ganhava um ressalto antes de rematar em jeito para o fundo das redes. A bola ainda tinha batido na trave. De um momento para o outro, dois golos de rajada dos azuis e branco a deixarem o Olhanense totalmente exposto.   
E Assim confirmava-se que com Carlos Eduardo em campo, o FC Porto vai somando 9 golos em dois jogos e meio. A qualidade exibicional da equipa entrou em curva ascendente, e esta goleada contra o Olhanense apaga a memória de uma crise que desesperou os adeptos e obrigou os altos comandos da SAD a intervir.